05 outubro 2016

Últimos Filmes Vistos #2 • Review

Resultado de imagem para sinister 2

1. Sinister 2

Depois do final muito "wow" do primeiro filme, e estando o segredo todo revelado, eu perguntei-me seriamente como é que eles tinham conseguido fazer um segundo filme, e onde é que iria assentar o mistério. Bem, de alguma forma, eles conseguiram. Contudo, há que tomar nota que o conceito é diferente do primeiro. O primeiro filme assentava-se em descobrir a origem do mal, descobrir o que havia de errado, de onde vinham as gravações e isso tudo; portanto, baseava-se mais no mistério, em investigação, em suspense. Este segundo, porém, assenta em algo que já conhecemos a trabalhar a partir daí, numa perspetiva diferente. O primeiro era do ponto de vista dos adultos; o segundo é do ponto de vista das crianças e de um investigador que pega nas pontas soltas do primeiro. Aqui vemos o mal desde o início e sabemos o que se passa o tempo todo; o que nos resta é descobrir de que modo os eventos se vão desenrolar e de que modo tudo irá terminar. Não sei bem se dá para fazer uma comparação entre os dois filmes porque, como já disse, os conceitos são diferentes apesar do tema em comum. Mas gostei. Só senti falta do Ethan Hawke.

Resultado de imagem para the conjuring 2

2. The Conjuring 2

Gostei do primeiro e gostei de Anabelle, mas acho que este foi o melhor dos três. Sim, o primeiro teve aqueles momentos de terror intensos com a possessão, que nos deixaram de queixo caído e tudo. E pessoalmente não achei o Anabelle assim tão assustador. Contudo, este aqui bate os dois com apenas um aspeto: o mistério é mais intenso. As coisas parecem tão óbvias, mas não são. Num momento parece tudo resolvido, e no outro voltou-se à estaca zero. As convicções dos próprios Warren são colocadas à prova. E há o factor 'criança' no meio disto tudo, que, como bem sabemos, torna sempre tudo um pouco mais assustador. Achei esta a história mais bem desenvolvida dos três filmes e o que mais me fez desviar os olhos da televisão.


Resultado de imagem para Suicide Squad

3. Suicide Squad

As minhas expectativas para este filme eram elevadíssimas, tal como as de muita gente. A premissa de haver vilões a fazer o papel de heróis é algo bastante promissor e poderia ter dado um filme excelente. Contudo, foi terrivelmente mal aproveitado. Envolver magia na história transformou um possível bom filme de ficção científica num mau filme de fantasia. Muita gente culpa o Jared Leto pelo insucesso do filme, mas eu considero que ele foi, além da Margot Robie, a única boa atuação naquilo tudo. Sim, a personagem dele era bem desnecessária (mais para dizer que estava lá e fazer publicidade), mas o desempenho do ator foi fenomenal. Além do mais, o Joker aparece tão pouco ao longo do filme que não compreendo como é que um personagem tão insignificante pode ser culpado da ruína de um filme que, para começar, já tem uma má história (apesar do conceito bom).

Resultado de imagem para a vida secreta dos nossos bichos

4. A Vida Secreta dos Nossos Bichos

Já o queria ver desde que saiu o trailer, porque aquele caniche que ouve heavy metal gritava por atenção. O filme acabou por não ser bem o que eu esperava, mas é divertido à mesma. Os meus personagens favoritos são definitivamente o coelho, Bola de Neve / Snowbal , e a gata, Chloe. Todos os personagens são engraçados e divertidos, mas eu considero estes dois particularmente hilariantes.

Resultado de imagem para the boss
5. A Chefe

Não me desiludiu nada, mas também não me surpreendeu. Simplesmente é aquilo que eu esperava que fosse. Uma comédia sobre uma senhora empresária que tem uma dose excessiva de loucura e a sua assistente que tem uma paciência de ouro e ainda assim se junta a ela num negócio. E depois temos o Peter Dinklage, que sozinho já era motivo suficiente para ver o filme, e que dá um toque extra de insanidade ao filme.

Resultado de imagem para the boy

6. The Boy

Parece assustador, parece perturbador, é sobre um boneco e parece um novo Chucky. Mas não tem nada de extraordinário. Suspense leve, uma história que até é interessante (isso eu reconheço!), um romance um pouco desnecessário e pouco mais. Não me deixou grandes marcas, mas vê-se bem.

Resultado de imagem para pride and prejudice and zombies
7. Pride and Prejudice and Zombies

Ainda não recuperei deste filme, e vi-o mesmo no início de Julho. Eu adoro Orgulho e Preconceito, adoro Jane Austen, e sempre irei adorar adaptações malucas que possam fazer das obras dela. (Ps.: Vejam The Lizzie Bennet Diaries!) Por isso não vou mentir e dizer que não gostei deste filme em particular, mas também tenho de dizer que é difícil de lidar. Há simplesmente muita coisa a acontecer: há zombies, há katanas e espadas, há mais zombies, e há uma Lizzie Bennet tão forte e determinada como no original. É cómico e dramático ao mesmo tempo, ainda que de uma forma um tanto satírica. Ainda não recuperei, mas adorei ficar confusa por causa dele.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Disclaimer

Todos os conteúdos aqui apresentados têm os direitos reservados aos respetivos autores. À partida, todos os textos neste blog são da autoria de Rafaela Silva, Aléxia Oliveira e Mónica Simão, exceto em referência contrária, e não devem ser reproduzidos, adaptados ou copiados de forma alguma sem consentimento prévio. Todas as fotografias com marca de água de Rafaela Silva ou RS Fotografia e Design têm os direitos exclusivos de Rafaela Silva. As fotografias com a marca d'água de Lemao Doce ou Limão Doce pertencem exclusivamente ao blog. E todas as imagens não assinaladas pertencem aos respetivos autores e provavelmente virão de sites dedicados a imagens de stock (ver: 'Recursos')
Com tecnologia do Blogger.

Seguidores

Google+ Followers