08 dezembro 2015

Livro: Os Crimes da Rua Morgue e Outras Histórias, de Edgar Allan Poe • Review



Gostos não se discutem. Mas há talentos que são inegáveis. Para muitos leitores do mundo, Stephen King é o melhor escritor de terror que já existiu. Mas só enquanto não leram Poe, porque quando o fazem, King a passa a ser o melhor que existe (caso isto não pareça fazer muito sentido, eu explico o trocadilho: Poe já morreu; King ainda é vivo. Poe é o melhor que já existiu; King é o melhor que existe.) Isto, porque Poe destaca-se não só pela sua obra extraordinária, como também pelo contexto histórico, social e pessoal em que ele se inseria, assim como pela genialidade das suas personagens e contos.

Contudo, este pequeno livro não é de terror, mas sim um policial. Considerados os primeiros policiais escritos e fonte de inspiração para Arthur Conan Doyle, “Os Crimes da Rua Morgue” e restantes contos deste livro são de um brilhantismo sem precedentes.

O protagonista de todos eles é o eixo do narrador, que paira sobre ele em todos os momentos e o acompanha ao longo das histórias. Literalmente. O narrador é o amigo do protagonista. Tendo Paris como palco das suas inusitadas investigações, os dois génios conseguem resolver até os crimes mais absurdos.

Mas, aparte a capacidade incrível de Poe para criar histórias absolutamente invulgares, às vezes com laivos de comédia e profundamente críticas (além de completamente originais), eu gostaria de realçar a singularidade dos personagens – sobretudo o nosso protagonista. Os crimes são um puzzle, e ele encaixa cada peça dele como se fosse o próprio autor da arte que o puzzle retrata. O seu poder de observação é singular, aguçado e combinado com uma memória sem semelhante. Eu até arriscaria dizer que ele é mais brilhante que o próprio Sherlock Holmes (e aqui volto a dizer que este homem é anterior ao nosso amigo Holmes).

Em suma, esta é uma obra policial inigualável e fascinante. Posso mesmo garantir que até os que não são apreciadores de romances poderão apreciar esta obra. Poe nunca deixa de nos seduzir e surpreender.


Podes comprar este livro clicando aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Disclaimer

Todos os conteúdos aqui apresentados têm os direitos reservados aos respetivos autores. À partida, todos os textos neste blog são da autoria de Rafaela Silva, Aléxia Oliveira e Mónica Simão, exceto em referência contrária, e não devem ser reproduzidos, adaptados ou copiados de forma alguma sem consentimento prévio. Todas as fotografias com marca de água de Rafaela Silva ou RS Fotografia e Design têm os direitos exclusivos de Rafaela Silva. As fotografias com a marca d'água de Lemao Doce ou Limão Doce pertencem exclusivamente ao blog. E todas as imagens não assinaladas pertencem aos respetivos autores e provavelmente virão de sites dedicados a imagens de stock (ver: 'Recursos')
Com tecnologia do Blogger.

Seguidores

Google+ Followers