15 agosto 2015

30 Coisas Que Irritam Mesmo Muito • Pessoal



Sugestão do Blogs Up!, venho hoje falar de algumas coisas que me irritam profundamente!

1. Pessoas que comem com a boca aberta

Chiclete, doces, comida a sério, seja o que for. Pessoas que comem com a boca aberta são o meu maior atalho para eu entrar em verdadeira loucura homicida. 

2. Pessoas que andam devagar à minha frente

Acontece-me todos os dias quando chego à escola. Há um grupo de moças que saem sempre primeiro, indo à minha frente no passeio. Mas até aí, ok, se elas não fossem autênticos caracóis. Depois, caminhando lado ao lado, entopem completamente todas as probabilidades de serem ultrapassadas.

3. Pessoas paradas no meio do caminho

O corredor é apertado e, para piorar, há muita gente a circular. Aí, há duas ou mais amostras de gente que decidem que é boa ideia parar no meio do caminho para conversar. E quando vamos tentar desviar o caminho, elas também recomeçam a andar - por onde nós íamos cortar. 

4. Quando falam comigo quando eu estou a 

a) ler; b) ouvir música; c) estudar; d) escrever.
Todas as coisas tendem a ser atividades isoladas para a maioria das pessoas. Mas isso parece não ser suficiente para manter as outras pessoas afastadas. E eu posso estar duas horas a ver televisão sozinha, que ninguém me diz nada. Mas deixa-me só pegar num livro, que vai aparecer de certeza alguém a pedir-me alguma coisa.

5. Esperar por um livro, filme, série ou álbum 

As coisas acima citadas irritam-me; esta aqui, contudo, stressa-me. Esperar pela nova temporada de Game of Thrones e, ao mesmo tempo, aguardar o lançamento do próximo filme da Marvell são demasiada emoção junta numa só pessoa.

6. Ter de levantar a meio da noite para fazer alguma coisa

Ir beber água, ir à casa de banho, ir ver porque é que a gata está a miar... É desperdício de sono!

7. Bater com o pé na esquina da mobília

Normalmente, bato com o dedo mindinho. E dói como se o dedo tivesse sido atropelado por um comboio.

8. Condutores que se colam

Uma pessoa vai a conduzir sossegadinha, dentro dos limites de velocidade, tudo de boa, quando surge um sacana descomunal que vem a menos de um metro atrás de nós. DESCOLA, CRIATURA. Daí, eu ainda tento asselerar um bocadinho, para aumentar a distância de segurança... e a amêba acelera também e torna a colar-se. Resultado: aqui a condutora da frente entra num stresse descomunal porque sabe que se tiver de travar por alguma razão, a besta de trás vai bater em mim. 


9. Pessoas que estacionam em cima das linhas do estacionamento

Há quatro lugares vagos, estrategicamente delimitados. Até ao momento em que um acéfalo qualquer decide estacionar mesmo em cima das linhas. Agora, só há dois lugares vagos, quando podia haver três. 

10. ... ou idiotas que estacionam nos passeios 

Isto é particularmente enervante quando somos peões. Já perdi conta às vezes em que tive de aventurar-me no alcatrão porque um cretino qualquer estacionou em cima do passeio.

11. ... ou no meio da estrada

Pisar a linha contínua só porque um idiota qualquer decidiu parar ou estacionar no meio da estrada, é definitivamente a cereja em cima do bolo das coisas que mais me irritam nos outros condutores. 

12. Publicidade!

Seja ela na TV, no Youtube (ugh!), em websites, na rádio (sobretudo na rádio!!). Publicidade é um dos piores males da humanidade. Francamente.

13. Ouvir a mesma música 500 vezes na mesma semana

A sério. Cansa. Estás a ler isto, querida irmã? Rádio? MTV? Leram bem?


14. Quando o tempo não se decide

Ontem esteve um sol agradável e quente. Hoje está a chover e a trovejar. Amanhã vai estar nevoeiro de certeza. O calendário diz que devia ser uma altura de calor, mas São Pedro parece ter-se rebelado contra o paradigma das estações do ano. E o pior? A roupa de inverno nem está por perto.

15. Fazer mal o eyeliner quando estou com pressa

Esta aqui não precisa de explicação.

16. Pessoas que tossem ou espirram para cima de ti ou  não cobrem a boca/nariz 

Francamente, a última coisa de que preciso é que me atirem um monte de germes para cima. 

17. Pessoas que escarram 

Lenços de papel ou casa de banho? Para quê, quando se pode simplesmente cuspir aquele monte de porcaria para o chão que toda a gente pisa! Eu já vi uma escarreta no ginásio da escola, por amor de Deus.

18. Slut ou/e body shaming

Invadir a vida dos outros e impôr-lhes morais hipócritas está no topo da lista de coisas que me fazem saltar a tampa. Tratar as pessoas como objetos sexuais e, ao mesmo tempo, dizer-lhes que não podem ter sexo é uma verdadeira atrocidade. Sobre isso eu podia ficar aqui a falar o dia todo, mas fica para outro dia.

19. Falar com as pessoas e elas não estarem a ouvir

Não, a outra pessoa não está no telemóvel, nem a fazer nada de concreto. Ela está somente a olhar seriamente para mim e a acenar como se estivesse muito concentrada no que digo. Mas basta eu fazer-lhe uma pergunta para saber que não ouviu uma única palavra do que eu disse.

20. Explicar uma coisa mil vezes, e mesmo assim a pessoa não entender


E isto, em coisas muito básicas: como fechar a janela do computador, como desligar a internet, como enviar um e-mail, como atender o telemóvel... Sim, mães desse mundo fora, estou a falar de vocês!

21. Convites de tudo e mais alguma coisa no facebook

... mas sobretudo de jogos e aplicações. VTNC! E não, não te vou dar vidas no Candy Crush!

22. Piropos, assobios, buzinadelas e olhares lascivos na rua

Essas quatro coisas são as principais razões porque evito andar a pé, passar em determinados sítios ou usar determinadas roupas. Ninguém. Tem. O. Direito. De. O. Fazer.

23. Atendimento sem delicadeza e, ainda por cima, sem sensibilidade

Uma pessoa chega ao balcão e diz um bem intencioado "bom dia", e recebe um muito contrariado "bo' dia". Uma pessoa tenta ser simpática ou expôr a sua situação, e recebe meia dúzia de palavras ácidas. Ou, por outro lado, uma pessoa chega ao balcão, não há ninguém à nossa frente, e a balconista fica meia hora a conversar com a colega enquanto nós esperamos. E se tivermos a lata de chamar, ainda somos os mal educados!

24. Pessoas que não sabem falar num tom normal

Ou falam muito baixo (olá, irmã, esta é para ti) ou muito alto (sim, amigos, esta é para vocês). As primeiras fazem-nos sentir que estamos a ficar surdos; as segundas, deixam-nos constantemente embaraçados ao expôr a todo o mundo o nosso tema de conversa. 

25. Pessoas que andam às voltas em vez de ir diretamente ao assunto

Não basta pedir "Hey, emprestas-me um lápis?". Nope. Tem de contar toda a sua viagem até às Bahamas, onde um golfinho canibal comeu o seu lápis favorito e depois o vomitou numa praia do México. 

26. Pessoas que sistematicamente chegam atrasadas em todo o lado

Juro que um dia destes compro um armazém de relógios e os distribuo por todas as pessoas que têm esse hábito.

27. Não me deixarem falar ou estarem sempre a interromper

É o caminho mais fácil para me deixarem absolutamente furiosa. 

28. Distorcer as minhas palavras

Eu digo "Prefiro gatos a cães" e as pessoas percebem "Eu odeio cães". Recentemente, eu e uns colegas demos uma espécie de palestra a jovens do nono ano e, na qualidade de estudante do décimo segundo, fui lá falar da minha experiência enquanto estudante de Humanidades. Eu lembro-me claramente de ter dito que "Humanidades e Ciências são coisas DI-FE-REN-TES, assim como os Profissionais", e de ter realçado que cada curso tem as suas vantagens e desvatagens. Mas tudo o que chegou ao outro lado foi "Humanidades é melhor curso de todos e eu sou elitista!". Fiquei frustrada.

29. Maus tratos de animais

Eu estou a ver-vos, aficionados da tauromaquia e outros humanos sem sensibilidade! 

30. "Letras não serve para nada"

Senta aí, Joana, porque eu posso estar horas e horas só a falar sobre isto. Mas vou resumir isto o mais possívei: vtnc se pensas assim, porque tudo o que sabemos hoje em dia deve-se aos Humanistas de outrora.


12 comentários:

  1. Consigo partilhar quase todas essas coisas, porque também me irritam. Principalmente andarem demasiado devagar! Fico logo em puro stress.

    http://bitsofwonderland.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Quanto mais depressa, mais devagar" é o que a minha mãe costuma dizer. xD

      Eliminar
  2. Identifico-em com TODAS omg! A minha vontade é de arrancar os olhos de que come de boca aberta e sair empurrado pessoas que se mete à minha frente e ainda andam devagar, kkkkk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Omg, identifico-me tanto com esses instintos nada pacíficos!! hahahahaha

      Eliminar
  3. Identifico-me muito , especialmente com a primeira, DETESTO!!! ahah :p
    Bom domingo.

    http://gestoolharesorriso.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai meu deus, instintos assassinos, alerta! hahaha
      Obrigada e igualmente! :)

      Eliminar
  4. Oi gatinha, vi que meu blog está no seu blogroll e fiquei muito feliz, obrigada! <3 E sobre esse post : Adorei. Tem muita coisa aí que me tira do sério, como : Maus tratos com animais, quando me interrompem o tempo todo, quando comem fazendo barulho, pessoas que não sabem atender.... é chato mesmo. :/ www.garotaveneta.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem de agradecer, moça. <3
      E muito obrigada! *-*

      Eliminar
  5. 1,3,5,7 e 29, são os melhores tópicos que poderia ter selecionado, apesar de eu concordar com todos XD

    http://meubaudeestrelas.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/blogmeubaudeestrelas

    ResponderEliminar
  6. Pensei que seria "trauma" meu desatinar com barulhos desnecessários para comer! Isso consegue mesmo estragar-me a refeição! :)

    makeithappenbym.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Estou contigo nisso do "Letras não serve para nada". Tenho que respirar fundo e contar até dez para não me sair um vernáculo horroroso pela boca!
    É isso e "Ah, Humanidades é o curso mais fácil, é para burros e para quem quem quer fugir da Matemática". Vão encher-se de moscas, se fazem favor!

    ResponderEliminar

Disclaimer

Todos os conteúdos aqui apresentados têm os direitos reservados aos respetivos autores. À partida, todos os textos neste blog são da autoria de Rafaela Silva, Aléxia Oliveira e Mónica Simão, exceto em referência contrária, e não devem ser reproduzidos, adaptados ou copiados de forma alguma sem consentimento prévio. Todas as fotografias com marca de água de Rafaela Silva ou RS Fotografia e Design têm os direitos exclusivos de Rafaela Silva. As fotografias com a marca d'água de Lemao Doce ou Limão Doce pertencem exclusivamente ao blog. E todas as imagens não assinaladas pertencem aos respetivos autores e provavelmente virão de sites dedicados a imagens de stock (ver: 'Recursos')
Com tecnologia do Blogger.

Seguidores

Google+ Followers